Segunda, 18 de Dezembro de 2017

EUA

Jornais pedem clemência para Snowden, que revelou monitoramento de dados

2 JAN 2014Por FOLHA PRESS21h:00

 Os jornais "The New York Times" e "The Guardian" publicaram editoriais hoje em que afirmaram que o ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional americana (NSA) Edward Snowden merece clemência de Washington por ter revelado a espionagem de dados de internet e telefone.

A publicação americana afirmou que a maior contribuição do delator é que os americanos agora conhecem como são monitorados seus dados confidenciais e que, por isso, ele deve receber uma pena "substancialmente reduzida".

"Considerando o enorme valor da informação que revelou e os abusos expostos, ele merece mais que uma vida de exílio, medo e fugas. Ele pode ter cometido um crime ao fazer isso, mas ele prestou um grande serviço a seu país".

O "Times" ainda lembrou que a espionagem da NSA foi declarada inconstitucional por dois juízes federais e criticou o governo por insistir que Snowden prejudicou o governo americano.

"Ninguém apresentou a menor prova de que suas revelações tenham danificado realmente a segurança do país".

Enquanto isso, o britânico "The Guardian", um dos primeiros a receber os documentos de Snowden, também pediu a Obama que perdoe Snowden em um editorial publicado na quarta.

"Esperamos que o governo esteja trabalhando de cabeça fria em uma forma para que ele volte com dignidade".

O diário ainda pede que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, use seu poder para tratar o delator "de forma humana e de uma maneira que ele seja um exemplo do valor dos delatores e da própria liberdade de expressão".

Edward Snowden é procurado pelo governo americano que o quer processar por roubo de dados confidenciais e espionagem, o que pode lhe render uma condenação a 20 anos de prisão. O delator está em asilo temporário na Rússia desde agosto. 

Leia Também