RONALDINHO GAÚCHO

Jogador visita vítimas do massacre de Realengo

Jogador visita vítimas do massacre de Realengo
16/04/2011 07:53 - AGÊNCIA BRASIL


O jogador Ronaldinho Gaúcho visitou na tarde de ontem (15), no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, no Rio, dois adolescentes feridos pelo atirador Wellington Menezes de Oliveira. 23 anos. Na manhã do último dia 7, ele entrou na Escola Municipal Tasso da Silveira, no mesmo bairro, matou 12 alunos, feriu mais 12 e depois se suicidou.

A visita do craque do Flamengo estava marcada para as 13h, mas atrasou. Acompanhado da presidente do clube, Patrícia Amorim, e do secretário estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, o jogador só chegou ao hospital pouco depois das 14h.

Ao final da visita, Ronaldinho conversou com os jornalistas. “O futebol tem o poder de trazer alegria para o povo, para as crianças. Desejei que tenham uma excelente recuperação."

Depois, o jogador foi ao Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, para visitar mais dois estudantes feridos pelo atirador.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".