Segunda, 11 de Dezembro de 2017

Jogador faz gesto antissemita e causa polêmica

28 DEZ 2013Por FOLHAPRESS17h:45

O atacante francês Nicolas Anelka, 34, causou polêmica hoje ao comemorar o primeiro dos dois gols marcados no empate do West Bromwich com o West Ham por 3 a 3, pela 19ª rodada do Campeonato Inglês. Ao festejar, Anelka colocou a mão esquerda sobre o ombro direito. A ação foi interpretada por alguns torcedores como a reprodução de um gesto antissemita popular na França. O gesto foi criado pelo comediante francês Dieudonné M'Bala e foi batizado como "quenelle". O comediante é conhecido por piadas sobre o Holocausto e judeus.
M'bala já foi condenado e multado por "incitação ao ódio racial" por comentários antissemitas em seus shows.

A imagem repercutiu de forma negativa na França. A ministra de Esportes e Juventude da França, Valérie Fourneyron, classificou a comemoração de Anelka como chocante e nojenta no Twitter. "O gesto de Anelka é uma provocação chocante, nojenta. Não há lugar para antissemitismo e de incitação ao ódio no campo de futebol", escreveu Valérie. Keith Downing, técnico do West Bromwich, disse após a partida que Anelka negou que a comemoração tenha tido esse propósito.

Segundo ele, o jogador não sabia do significado e, ao festejar, tentou fazer uma homenagem a M'Bala, de quem é amigo. O time de Anelka tem 18 pontos e está próximo da zona de rebaixamento, enquanto o West Ham é o vice-lanterna, com 15.
 

Leia Também