Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

celebridade

Joalheria divulga vídeo de Lindsay Lohan com colar que ela teria furtado

9 MAR 11 - 20h:39veja online

Um vídeo gravado pela câmera de segurança da loja onde a atriz Lindsay Lohan supostamente roubou um colar avaliado em US$ 2500 mil foi comprado e exibido pelo programa "Entertainment Tonight", do canal CBS, informa nesta terça-feira a imprensa americana.

O vídeo, exibido na noite de segunda-feira, deixa claro o que ocorreu no interior do estabelecimento, sustentou um porta-voz da loja em comunicado.

"Em relação à questão da culpabilidade ou inocência de Lindsay Lohan, repetimos que Kamofie and Company nunca deu permissão à Lindsay para levar o colar da loja", comentou Christopher Spencer. "O restante está nas mãos da Justiça", acrescentou.

Além disso, Spencer explicou o que levou os responsáveis da loja a tornar público o vídeo. "Pensamos que havia muita especulação sobre a gravação e que as pessoas queriam ver o vídeo", apontou. "O vídeo seria divulgado durante o julgamento de qualquer forma e torná-lo público não viola nenhuma lei. Pensamos que isto não terá nenhum impacto durante o julgamento", acrescentou.

Lindsay compareceu a um tribunal de Los Angeles no dia 23 de fevereiro para uma segunda audiência sobre o caso. A atriz tinha se declarado inocente anteriormente e participará do julgamento nesta quinta-feira.

Segundo a imprensa, a acusação procura várias provas além do vídeo, já que poderia contar com diversas fotografias tiradas em dias posteriores ao suposto roubo onde a atriz aparece com o colar.

(com Agência EFE)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

BRASIL

Bolsonaro e Piñera rejeitam intervenção militar na Venezuela

BRASIL

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento

Mais Lidas