'Jesus teria que chamar Judas para uma coalização', diz Lula sobre o País

'Jesus teria que chamar Judas para uma coalização', diz Lula sobre o País
22/10/2009 17:45 -


     

         

         

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que para governar o Brasil ?Jesus teria que chamar Judas para uma coalizão?. Lula afirmou que vai se empenhar para transferir sua popularidade à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, provável candidata do PT à presidência no pleito de 2010.

 

Lula enfatizou que a possibilidade de Dilma ser eleita presidente em 2010, não caracterizaria um terceiro mandato. Sobre as críticas feitas pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, à presença de Dilma em suas viagens, Lula classificou de 'debate pequeno'.

 

Segundo o presidente, a escolha de Dilma para concorrer à presidência em 2010 foi feita por uma questão de viabilidade política e competência gerencial.

 

Lula confirmou a aliança com o PMDB, no entanto, afirmou que a decisão sobre o vice - cujo provável candidato é Michel Temer - será discutida pelo candidato.

         

 Com informações JB Online

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".