Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

VAGA NA CORTE

Jerson descarta ir para Tribunal de Contas

5 ABR 2011Por FAUSTO BRITES E EVELIN ARAUJO11h:40

O deputado Jerson Domingos , presidente da Assembleia Legislativa, colocou fim definitivamente, segundo ele, às especulações de que poderia ir para o Tribunal de Contas na vaga aberta com o falecimento da conselheira Celia Jallad.

"Vou ficar até o final do meu mandato no comando da Assembleia Legislativa”, disse ele, salientando que antes do final da Páscoa um nome de consenso deverá ser anunciado. “É como eleição para escolha do papa; em breve sairá a fumacinha branca”, afirmou o parlamentar dizendo também que “já estamos juntando a lenha para acender a fogueira”.

Questionado sobre nomes que poderiam ser indicados para o tribunal, ele disse que todods os parlamentares gostariam de ser o nome a ocupar a vaga, uma vez que “é uma honra ter aquela corte fiscal”.

Ele ressaltou que a vaga é da Assembleia Legislativa mas que isso não significa que tenha que ser um deputado. “Pode ser um de vocês [dirigindo-se aos jornalistas] ou qualquer cidadão, desde que encaminhe seu nome para a apreciação da Assembleia. Aquele que for mais votado terá o nome encaminhado para o governador para a devida nomeação.”

Sobre a possibilidade da senadora Marisa Serrano (PSDB) ser um dos nomes, ele comentou que este é um nome que tem feito muito pelo Estado. Questionado ainda sobre a indicação do deputado Antônio Carlos Arroyo (PR), ele disse que se trata de um excelente parlamentar, um homem público da melhor qualidade.

Jerson também disse, em tom de brincadeira, que ele está “muito novinho” para encerrar sua carreia de parlamentar, mas insinuou que, em 2014, quando se encerra o atual mandato dos  parlamentares, ele poderá ser candidato a uma das duas vagas que serão abertas no Tribunal de Contas. Isto porque vão se aposentar Cícero de Souza (atual presidente do Tribunal) e o conselheiro José Ancelmo.
 

Leia Também