Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Tragédia no Japão

Japão: desabrigados reclamam do descaso

3 ABR 11 - 09h:23

Moradores de áreas devastadas pelo tsunami que atingiu o Japão em março reclamaram neste sábado que o governo está dando mais atenção à crise nuclear que se seguiu ao desastre do que aos desabrigados. Os japoneses demonstraram sua frustração durante a primeira visita do primeiro-ministro, Naoto Kan, às áreas atingidas pelo tsunami.

"O governo está mais concentrado na usina Fukushima do que nas vítimas. Os dois assuntos merecem atenção", disse Megumi Shimanuki, de 35 anos, que estava visitando a família em um abrigo de Nitori, a cerca de 160 quilômetros de Rikuzentakata, o local  visitado por Kan no sábado. Mais de 165 mil pessoas ainda estão vivendo em abrigos.

Em Natori, cerca de 1.700 pessoas ainda estão em abrigos. Toru Sato, de 57 anos, perdeu a mulher e a casa no tsunami, e disse estar incomodado com o fato de a visita de Kan às áreas atingidas ter durado menos de um dia. "Ele deveria passar um tempo  conversando com várias pessoas para saber do que elas precisam", disse.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR na Arena da Baixada
BRASILEIRÃO

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes
ESTACIONAMENTO

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes

Senado aprova MP da Liberdade Econômica sem previsão de trabalho aos domingos
BRASIL

Senado aprova MP sem previsão de trabalho aos domingos

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte
VAZA JATO

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte

Mais Lidas