Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DETRAN

Janeiro de 2014 registra redução de óbitos no trânsito

Janeiro de 2014 registra redução de óbitos no trânsito
15/02/2014 16:43 - DA REDAÇÃO


No primeiro mês de 2014 houve uma queda no número de mortes no trânsito da Capital. A comparação com ano passado demonstra uma redução de aproximadamente 45% no número de óbitos. Segundo dados do Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT), em janeiro deste ano foram seis vítimas fatais, sendo três motociclistas e três ciclistas. No mesmo período de 2013 ocorreram 11 mortes, sendo dois pedestres, dois ciclistas e sete motociclistas.

Segundo o Boletim de Estatísticas de 2013 do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), 56 mortes ocorreram no local do acidente, 47 eram do sexo masculino. Das vítimas fatais, 29 eram motociclistas totalizando 52% do total de óbitos no local.

Ainda segundo dados do órgão, 41% das multas aplicadas em 2013 foram por transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%. E o local considerado mais crítico da cidade é a avenida Afonso Pena, com 586 acidentes registrados.

E com o objetivo de manter essa redução de vítimas, o Detran-MS planeja ações de educação e fiscalização para o trânsito. “A tendência linear dos últimos cinco anos é que os acidentes reduzam a cada ano e 2014 não deve ser diferente, mas as ações devem continuar para atingirmos a meta na Organização Mundial de Saúde, de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito”, analisou a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito, Elizabeth Félix.

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.