Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DETRAN

Janeiro de 2014 registra redução de óbitos no trânsito

15 FEV 14 - 16h:43DA REDAÇÃO

No primeiro mês de 2014 houve uma queda no número de mortes no trânsito da Capital. A comparação com ano passado demonstra uma redução de aproximadamente 45% no número de óbitos. Segundo dados do Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT), em janeiro deste ano foram seis vítimas fatais, sendo três motociclistas e três ciclistas. No mesmo período de 2013 ocorreram 11 mortes, sendo dois pedestres, dois ciclistas e sete motociclistas.

Segundo o Boletim de Estatísticas de 2013 do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), 56 mortes ocorreram no local do acidente, 47 eram do sexo masculino. Das vítimas fatais, 29 eram motociclistas totalizando 52% do total de óbitos no local.

Ainda segundo dados do órgão, 41% das multas aplicadas em 2013 foram por transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%. E o local considerado mais crítico da cidade é a avenida Afonso Pena, com 586 acidentes registrados.

E com o objetivo de manter essa redução de vítimas, o Detran-MS planeja ações de educação e fiscalização para o trânsito. “A tendência linear dos últimos cinco anos é que os acidentes reduzam a cada ano e 2014 não deve ser diferente, mas as ações devem continuar para atingirmos a meta na Organização Mundial de Saúde, de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito”, analisou a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito, Elizabeth Félix.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

DEFICIT

Diferença entre importações e exportações fica em US$ 552 milhões

Balança comercial registrou déficit na segunda semana do mês
PETROBRAS ANALISA REVISÃO

Preço do petróleo no Brasil não irá aumentar no curto prazo

Felipe Neto sofre ameaças e tira a mãe do Brasil
APÓS BIENAL

Felipe Neto sofre ameaças e tira a mãe do Brasil

SAQUE IMEDIATO

Caixa credita quase R$ 5 bilhões para pagamento do FGTS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião