Terça, 12 de Dezembro de 2017

James Cameron vence 3º processo por acusação de plágio em "Avatar"

21 JAN 2014Por tribunahoje03h:00

O diretor de "Avatar", James Cameron, venceu na última sexta-feira (17) o terceiro processo no qual enfrentou acusação de plágio pelo filme, a maior bilheteria da história do cinema -- o filme faturou US$ 2,8 bilhões ao redor do mundo. As informações são do site da revista "The Hollywood Reporter".

Na sexta, um juiz do Estado de Maryland, nos Estados Unidos, rejeitou um pedido de US$ 1 bilhão de dólares de Bryant Moore, que alegava que a Lightstorm Entertainment, produtora de Cameron, havia copiado dois de seus roteiros --"Aquatica" e "The Pollination".

De acordo com o juiz Roger Titus, não há similaridade suficiente entre os trabalhos de Moore e "Avatar" para configurar plágio. Além disso, o magistrado considerou que a empresa de Cameron conseguiu demonstrar que sua criação foi independente.

"Os roteiros dos trabalhos em questão são bastante diferentes", disse Titus. "'Avatar' é sobre um ex-soldado da Marinha paraplégico que usa um avatar geneticamente modificado para estudar o povo indígena de Pandora... 'Pollination' é uma história sobre dois grupos de humanos: pollinators e descendentes. 'Aquatica' é uma aventura aquática sobre duas facções de guerreiros", afirma o juiz na decisão.

Cameron já havia vencido outros dois processos, contra Eric Ryder e Gerald Morawski.

Leia Também