Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

alerta

Itamaraty pede que brasileiros evitem viagens ao Japão

15 MAR 11 - 00h:00agência brasil

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) emitiu uma nota hoje (14) pedindo aos brasileiros que evitem viagens ao Japão até que a situação no país asiático se normalize. A Região Nordeste do Japão foi atingida por um terremoto e um tsunami na última sexta-feira (11). Além disso, ainda há risco de um acidente nuclear por causa dos danos causados pelo terremoto em usinas nucleares localizadas na região devastada pelo sismo.

“Diante do estado de emergência e das incertezas decorrentes do terremoto no Japão, roga-se aos brasileiros evitar viagens àquele país até que a situação se normalize”, diz a nota.

Segundo o Itamaraty, cerca de 254 mil brasileiros vivem no Japão. A maioria na Região Centro-Sul do país, onde os efeitos do tremor foram de menor intensidade. Em Fukushima, onde está localizada a usina nuclear que explodiu no sábado (12), moram 383 brasileiros. Na cidade de Sendai, uma das cidades mais afetadas pela tragédia natural, vivem 15 brasileiros, segundo dados do Ministério do Interior do Japão.

O MRE informou que até o momento não há notícia de brasileiros mortos ou feridos. De acordo com o Itamaraty, a Embaixada do Brasil em Tóquio está trabalhando em regime de plantão, durante 24 horas, e solicita que pedidos de informação sejam dirigidos ao endereço eletrônico comunidade@brasemb.or.jp, em função de dificuldades de comunicação por telefone, especialmente em linhas de celular.

Além disso, o Núcleo de Atendimento a Brasileiros (NAB), que está em contato com a rede consular no Japão, colocou linhas de atendimento à disposição do público: (61) 3411 6752/6753/8804 (das 8h às 20h) e (61) 3411 6456 (das 20h às 8h e fins de semana). As consultas poderão ainda ser dirigidas ao endereço eletrônico dac@itamaraty.gov.br.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vereadores reprovam aditivo <br>à obra do Reviva Centro
"MUITO CARO"

Vereadores reprovam aditivo
à obra do Reviva Centro

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue
DOURADOS

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue

POLÍTICA

Bolsonaro se reúne com seis presidentes sul-americanos

Cúpula regional deve formalizar criação do Prosul
Raio mata 21 cabeças de gado no pasto em Aparecida do Taboado
DESCARGA ELÉTRICA

Raio mata 21 cabeças de gado em Aparecida do Taboado

Mais Lidas