Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Embaixada no Zimbábue

Itamaraty investiga denúncia de desvio

6 MAR 11 - 00h:00AGÊNCIA BRASIL

A Embaixada do Brasil no Zimbábue é alvo de investigações do Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty. Há suspeitas de desvio de recursos da representação brasileira, no valor aproximado de US$ 300 mil, nos últimos anos. A assessoria do Itamaraty informou que foi aberta sindicância e instaurada uma Comissão de Tomada de Conta Especial para revisar todos os dados enviados pela embaixada.

As suspeitas de irregularidades ocorreram durante a gestão do embaixador Raul de Taunay, que assumiu o posto de 2007. O diplomata foi removido do posto e voltará para Brasília. De acordo com a assessoria do Itamaraty, Taunay cumpriu o prazo de atividades no Zimbábue.

Os recursos, segundo diplomatas, eram destinados a despesas da representação no Zimbábue. Durantes a investigação serão examinados documentos e tomados os depoimentos de Taunay e de funcionários da embaixada.

A previsão é que os resultados da apuração sejam divulgados em maio. Depois disso, toda a documentação será enviada ao Tribunal de Contas da União(TCU).

Localizado na África, o Zimbábue, cuja capital é Harare, é país com a maior inflação do mundo. Com isso, a economia da região tem dificuldades de se manter e a população vive em dificuldades.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vereadores pedem prestação <BR>de contas do Reviva Centro
PROJETO MILIONÁRIO

Vereadores pedem prestação de contas do Reviva Centro

Azambuja investe em reeleição <br>de Marcos Trad
ALIANÇA

Azambuja investe
em reeleição de Marcos Trad

CDL estuda acionar Justiça para evitar mais perdas dos lojistas
ATRASOS

CDL estuda acionar Justiça para evitar mais perdas

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quinta-feira: "Mina de ouro em risco"

Mais Lidas