Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Israel ataca nove alvos na Faixa de Gaza

3 ABR 10 - 00h:06
GAZA

Aparelhos da Aviação militar israelense bombardearam na manhã de ontem pelo menos nove alvos diferentes na Faixa de Gaza, que deixaram três civis menores de idade levemente feridos, segundo fontes da saúde da faixa palestina.
De acordo com o relato de testemunhas, várias explosões sucessivas puderam ser escutadas pouco depois que os aparelhos israelenses sobrevoaram o território controlado pelo movimento islamita Hamas.

Os bombardeios aéreos sobre a faixa aconteceram em resposta ao lançamento na quinta-feira de um foguete disparado por milícias palestinas contra solo israelense, informou o Exército. A rádio israelense informou que o projétil caiu em uma comunidade agrícola do sul de Israel denominada Hof Shkol, mas  não causou danos pessoais.

O Exército israelense informou em comunicado que sua aviação “atingiu com sucesso uma manufatura no norte da Faixa de Gaza, outro ponto onde eram fabricadas armas no centro e dois armazéns no sul” do território palestino.

As fontes de segurança em Gaza disseram que os aviões israelenses bombardearam vários lugares pertencentes a grupos armados palestinos nas localidades de Rafah, Khan Yunes, no sul da faixa, e a Cidade de Gaza, que não causaram feridos.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Sem resistência popular, deputados aprovam reforma da previdência
1ª DISCUSSÃO

Sem resistência popular, reforma da previdência é aprovada

Surian atenderá crianças no contraturno das aulas, diz vereador
IMPASSE

Surian atenderá crianças no contraturno das aulas, diz vereador

Deputados ignoram protestos e aprovam aumento no Judiciário
20%

Deputados ignoram protestos e aprovam aumento dos juízes

"Uma pirralha", diz Bolsonaro sobre Greta Thunberg
CRÍTICA

"Uma pirralha", diz Bolsonaro sobre Greta

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião