Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

AÇÃO MUNICIPAL

Isolado pela água, Passo do Lontra recebe apoio

8 ABR 2011Por DA REDAÇÃO00h:00

Morador do Passo do Lontra - região situada a 120 quilômetros da área urbana de Corumbá - há mais de 35 anos, o pescador Antônio dos Santos Neto, 64 anos, surpreendeu-se com o volume de água que atingiu a comunidade neste ano. "De 1974, quando cheguei aqui, até 1995 ou 1996, a cheia costumava ser quase igual a essa. Depois desse tempo ela diminuiu bastante. Só que neste ano ela veio com tudo", narrou o ribeirinho.

Além de receber as águas do Rio Miranda, a localidade também foi castigada pelas fortes chuvas desse verão. A MS-184, mais conhecida como Estrada Parque Pantanal, única ligação terrestre até o Passo do Lontra, foi interditada em vários pontos. A situação ilhou os moradores e impediu que os turistas, principal fonte de renda dos ribeirinhos, chegassem aos pesqueiros ali instalados.

"Esses meses foram difíceis demais. A situação ficou bastante difícil", relatou Antônio. Por conta disso, a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, levou uma série de serviços sociais e médicos até a região. Além da equipe do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS Itinerante), o Município providenciou atendimento odontológico às 27 famílias cadastradas no local. Todas receberam cestas básicas, colchas, vacinas pendentes e remédios que necessitavam. Entre estas, 20 pessoas também foram contempladas com colchões de solteiro. "

Neste início de abril, quase todos retornaram seus pertences aos locais de origem. Só que a cheia ainda é grande. É possível ir de barco do Passo do Lontra até o Buraco das Piranhas, na BR-262, onde existe um posto da Polícia Militar Ambiental (PMA). Esta é a única opção dos moradores, já que uma das pontes caiu por causa da força da correnteza.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também