Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Marcos Antônio Moura Cristaldo

IPTU progressivo será arma contra dengue

28 FEV 10 - 05h:28
Somente neste ano, já foram emitidas 4,3 mil notificações aos donos de terrenos baldios e imóveis abandonados em ações conjuntas da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbanístico e Secretaria Municipal de Saúde Pública. O objetivo é evitar que os locais abriguem focos do mosquito transmissor da dengue. Em entrevista ao Correio do Estado, o secretário municipal de Meio Ambiente e Controle Urbanístico, Marcos Cristaldo, apontou que a saída para diminuir os vazios urbanos seria a implantação do IPTU progressivo, aprovado em 2008. A majoração do imposto ainda não tem data para entrar em vigor, mas seria a solução para minimizar este problema. Cristaldo, que é engenheiro-civil e funcionário da prefeitura da Capital há 22 anos, comentou ainda sobre as propostas do projeto Cidade Limpa, que prevê o fim da poluição visual no centro da Capital, e a alteração no estacionamento da Avenida Afonso Pena. Ele fala também a respeito da nova regulamentação para as calçadas, que precisarão ser reformadas no caso de notificação dos fiscais.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vistoria final para liberação do uso do Morenão deve ser feita na quarta
CAMPEONATO ESTADUAL

Vistoria final para liberação do uso do Morenão deve ser feita na quarta

INVESTIGAÇÃO

Mulher sai de motel correndo, tem surto no meio da rua e morre

Cocaína e remédio foram encontrados no quarto em que vítima estava com empresário
MEC diz que 143,7 mil participantes 'zeraram' em redação no Enem
RESULTADO

MEC diz que 143,7 mil participantes 'zeraram' em redação no Enem

Motoristas ignoram nova regra de proibição de conversão na 14 de Julho
TRÂNSITO

Motoristas ignoram nova regra de proibição de conversão na 14 de Julho

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião