Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Investimentos previstos somam R$ 540 bi

Investimentos previstos somam R$ 540 bi
08/08/2010 09:16 -


Os investimentos em infraestrutura previstos para o País entre 2010 e 2013 chegarão a R$ 540 bilhões. O valor dos projetos para energia elétrica, petróleo e gás, portos, telefonia, estradas e ferrovias superarão em 50% os R$ 360 bilhões investidos nos quatro anos anteriores à crise (2005-2008). Pouco mais da metade (50,7%) virá de investimentos em petróleo e gás. Impulsionados pelas reservas do pré-sal, os aportes nessa área deverão somar cerca de R$ 340 bilhões até 2013. Entre 2005 e 2008, os investimentos somaram 160 bilhões.
Os dados são do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que fez um mapeamento dos investimentos públicos e privados. Foram computados projetos ainda não lançados, mas que o banco consegue identificar, por sua proximidade com os investidores. Embora seja classificado como indústria pelo BNDES, o setor de petróleo e gás é considerado de infraestrutura pelo mercado.
Na área de energia elétrica, o banco projeta investimentos de R$ 92 bilhões no quadriênio. Com grandes obras, os investimentos na área vão significar aumento de 35% em relação aos R$ 68 bilhões do período entre 2005 e 2008. Embora a previsão de crescimento dos recursos para telecomunicações nos próximos quatro anos seja praticamente de estabilidade (0,8%), o setor manterá forte influência no conjunto de investimentos estruturantes. Entre 2010 e 2013, deve responder por R$ 67 bilhões.

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!