Segunda, 11 de Dezembro de 2017

DESEMPENHO

Investimento das empresas cresce 16% em 2013

31 JAN 2014Por FOLHA PRESS17h:00

O conjunto de estatais do país aumentou seus investimentos (obras ou compras de novos equipamentos) em 16%, alcançando R$ 113,5 bilhões em 2013. O gasto no ano de 2012 tinha sido de R$ 97,9 bilhões. É o que aponta o balanço bimestral divulgado hoje pelo Ministério do Planejamento.

O aumento foi puxado pelo gastos das empresas do grupo Petrobras que fizeram desembolsos de R$ 99,2 bilhões em 2013 com essa finalidade. O valor é 15,5% superior ao do ano passado. A Petrobras representa 87% dos investimentos das companhias estatais do país.

O grupo Petrobras teve um desempenho levemente pior que em 2013 se considerada a própria meta do ano. Em 2013, as empresas petrolíferas gastaram 96,5% do que estava previsto para o ano. No ano anterior, os gastos chegaram a 98%. No total das empresas do país, o desempenho em relação à meta foi de 92,1%, valor levemente pior que o de 2012 quando chegou a 92,7%.

Outras Estatais

As outras estatais nacionais também tiveram um desempenho melhor que em 2012. As empresas do Grupo Eletrobras gastaram R$ 7,2 bilhões, número 22% melhor que em 2012. A Infraero fez o mesmo percentual ao gastar R$ 1,640 bilhão em 2013. As Companhias Docas, que administram os portos públicos, aumentaram seus investimentos em 19%, alcançando R$ 471 milhões.

O melhor desempenho percentual veio das empresas do Ministério das Comunicações (Correios e Telebras). Juntas, elas aumentaram em 61% os investimentos do ano, chegando a R$ 861 milhões.

Dos grupos de empresas que mais gastam, o menor percentual de crescimento veio das empresas ligadas ao Ministério da Fazenda (bancos estatais e Serpro). De acordo com os dados, o crescimento dos investimentos foi de apenas 2%, alcançando R$ 3,6 bilhões. O Serpro gastou R$ 146 milhões, menos que os R$ 206 milhões investidos em 2012.
 

Leia Também