Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Investigações sobre sumiço de menor apontam rede de pedofilia

2 JUL 10 - 07h:22
Sílvio Andrade, Corumbá

A Polícia Civil descobriu uma rede de pedofilia que atua em Corumbá e região, cujas vítimas são crianças e jovens entre 7 e 15 anos. A descoberta se deu durante as investigações que apuram o desaparecimento da menina Lívia Gonçalves Alves, 7, ocorrido no dia 13 de junho. A delegada Priscila Anuda Quarti Vieira, que cuida do caso, não deu maiores detalhes da rede, que teria conexão com a Bolívia.
Titular da Delegacia de Atendimentos à Infância, Juventude e Idoso, a delegada informou que mais de 60 pessoas já foram ouvidas sobre o desaparecimento da menina, cujas investigações prosseguem sob sigilo. Três pessoas suspeitas de participação estão presas no 1º Distrito Policial, mas em depoimentos negaram envolvimento. A polícia continua as buscas e uma das hipóteses é aliciamento.
Segundo consta, Lívia saiu de casa no início da tarde do dia 13 de junho, um domingo, dizendo que iria visitar uma tia no mesmo bairro onde mora, o Cristo Redentor, parte alta da cidade. No caminho, se encontrou com uma adolescente de 12 anos, que prestou depoimentos contraditórios à delegada, e não mais foi vista pela família, que está desesperada. Moradores auxiliam a polícia nas buscas.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Confira o horóscopo deste domingo
ASTRAL

Confira o horóscopo deste domingo

CORREIO RURAL

Fertilizantes: código de uso sustentável recomenda boas práticas

BRASIL

Falta de objetividade na Justiça tem custo alto, diz Alexandre de Moraes

BRASIL

Presidente do Sindicato dos delegados de PF critica Bolsonaro

Mais Lidas