Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

BENÉFICA

Inter vence a segunda e complica Figueirense

25 JUL 2012Por terra20h:31

A troca de técnico definitivamente foi benéfica ao Internacional. Desde que Fernandão substituiu Dorival Júnior, o clube gaúcho somou duas vitórias. A última foi nesta quarta-feira: 1 a 0 sobre o Figueirense, que estreou o treinador Hélio dos Anjos. O gol do triunfo foi marcado pelo atacante Dagoberto.

Com o resultado positivo, obtido em Florianópolis, a equipe colorada - que goleou o Atlético-GO por 4 a 0 na rodada passada - contabilizou 22 pontos e entrou provisoriamente no G-4, grupo dos quatro primeiros que garantem vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Com o ex-atacante Fernandão na casamata, o Internacional tentará embalar ainda mais no próximo sábado, recebendo o Vasco. Já os catarinenses, com apenas oito pontos e na zona do rebaixamento, buscarão a reabilitação visitando no mesmo dia o Botafogo.

O jogo
Vindo de três derrotas consecutivas, o Figueirense, de técnico novo, começou o jogo no ataque. Aos 3min, Guilherme Santos disparou pela esquerda e cruzou na medida para Loco Abreu. O uruguaio cabeceou na trave.

O time da casa continuou tomando mais iniciativa. Mas foi o Internacional (que oficializou, nesta quarta, a venda do meia Oscar para o Chelsea) quem abriu o placar. Na marca dos 24min, o jovem atacante Fred carregou e levantou para Dagoberto completar de cabeça para as redes. Foi o quarto tento do ex-são-paulino na competição.

O gol sofrido atrapalhou ainda mais a equipe catarinense, que encontrou muitas dificuldades em superar a defesa colorada. Os gaúchos, por outro lado, mantiveram a aposta nos contragolpe rápidos e, aos 43 min, quase ampliaram. Jajá soltou uma bomba de fora da área e acertou o travessão.

Na etapa complementar, o Inter, com a constatação de que poderia matar o jogo, voltou com mais atitude. Aos 7min, Fred driblou dois adversários e arrematou forte. Firme, o goleiro Ricardo espalmou para escanteio. A outra oportunidade ocorreu aos 32min. Jajá recebeu de D'Alessandro, bateu e viu o arqueiro intervir novamente

O Figueirense, por outro lado, tentou o gol de empate a qualquer custo. Mesmo nervoso, o time anfitrião foi para cima do rival gaúcho. No entanto, nenhuma ocasião aguda foi criada e o revés não foi evitado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também