Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

Inter ainda quer reforços do exterior

6 JUL 2012Por band20h:35

A empolgação pela contratação de Diego Forlán não freou o ímpeto da diretoria do Internacional por mais reforços. Em entrevista, o vice-presidente de futebol Luciano Davi disse que o clube ainda vai atrás de mais jogadores no exterior.

“Nós conseguimos contratar esse jogador, mas a janela de transferências internacionais ainda não fechou. Estamos atrás de mais um ou dois reforços. O Inter, já há um bom tempo, paga seus salários em dia, os jogadores gostam da cidade... Isso ajuda muito nas negociações”, garantiu o cartola. 

Nilmar é o grande sonho de consumo da diretoria colorada. Luciano Davi admite que a negociação pode ser concretizada - o Villarreal (ESP) pede 8 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) pelo atacante. “Temos pensando com muito carinho. Estamos aguardando o empresário, que está negociando com o Villarreal lá na Espanha”, afirmou. 

O dirigente ressaltou que o Inter não está fazendo loucuras financeiras para contratar reforços de peso e explicou que a vinda de Forlán foi viabilizada com projetos extracampo de marketing. Sobraram elogios ao uruguaio, que deixou a Inter de Milão e assinou por três anos com o Colorado. 

“Ele vem para dar ainda mais qualidade que esse plantel já tem para podemos ser campeões brasileiros. Qualifica tanto dentro quanto fora de campo. É melhor ter problemas a mais do que a menos. O Dorival vai ter competência de escolher os jogadores. Ele terá condição de ter titulares e reservas de excelente qualidade”, disse.

 

Venda não é descartada

Apesar de estar montando um elenco muito forte para o Brasileirão, o Inter ainda pode perder algumas de suas principais estrelas para clubes europeus. Oscar e Leandro Damião são os mais assediados. Luciano Davi confirmou sondagens, embora diga que ainda não há propostas oficiais, e admitiu que o clube também precisa ganhar dinheiro com a venda de jogadores para manter o equilíbrio financeiramente. 

“A janela está aberta até o dia 20. A gente sabe da procura com relação a novos jovens valores. Nos últimos 40 anos o Inter sempre soube revelar. Sabemos do desafio que é mantê-los aqui. Mesmo com todo marketing, precisa vender um por ano. Nossa ideia é segurá-los até o fim do ano. Se as propostas vierem têm que ser analisadas com muito carinho pra não deixarmos passar as oportunidades”, finalizou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também