Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Em 7 meses

Intenção de consumo das famílias recua pela 1ª vez

22 AGO 12 - 11h:13G1

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) diminuiu 1% em agosto, na comparação com igual mês do ano anterior, embora tenha apresentado discreta alta de 0,2% sobre julho. Esta foi a primeira queda na comparação anual, após sete meses de alta.

O indicador atingiu 135,6 pontos em agosto, segundo pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) nesta quarta-feira (22).

De acordo com a entidade, os níveis de comprometimento de renda e de inadimplência ainda impedem uma escalada mais forte da disposição ao consumo.

Na comparação mensal, alguns componentes relacionados ao consumo e ao mercado de trabalho apresentaram variações positivas – o otimismo se deu, em especial, pelos itens Emprego atual (+ 1,8%) e Renda atual (+ 3,3%), em razão não apenas da manutenção do crescimento real da massa salarial, mas também da base mais fraca de comparação, considerando-se os sucessivos recuos dos respectivos componentes nos últimos meses.

Na comparação anual, a intenção de consumo das famílias apresentou variação negativa puxada por maior cautela em relação ao mercado de trabalho. Mais uma vez, todos os componentes da pesquisa relacionados ao emprego e à renda registraram recuo nessa base de comparação, com o item Perspectiva profissional apresentando queda de 5,2%.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Almôndegas de carne moída ao forno recheadas
RECEITA

Almôndegas de carne moída ao forno recheadas

MALHA AÉREA

Seis municípios de São Paulo passarão a receber voos até o fim do ano

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta terça-feira: "Novas soluções para a saúde"

ARTIGO

JOsé Pio Martins: "A excelência é exceção"

Economista

Mais Lidas