FESTIVAL DO SOBÁ 2012

Inscrições para o concurso Comilão de Sobá estão abertas

Inscrições para o concurso Comilão de Sobá estão abertas
19/07/2012 11:30 - CRISTINA MEDEIROS


Em agosto, mês em que Campo Grande faz aniversário, tradicionalmente, há 7 anos, é promovido na feira Central o Festival do Sobá, que entre outras atrações oferece o concurso “Comilão do sobá”. Caracterizado não só pela comilança, mas pela aura de diversão – e muitas vezes humor – que confere ao evento, o concurso premiará este ano com R$ 1 mil o primeiro lugar; R$ 500 o segundo e com R$ 300 o terceiro.

Para participar, é preciso que o candidato preencha uma ficha de inscrição na sede da Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande (Afecetur – Rua 14 de julho, 3.351), mediante o pagamento de R$ 10.  Na ocasião ele receberá o número que o representará no concurso, que será realizado no dia 12 de agosto, data do encerramento do festival.

Segundo a coordenadora  do concurso, Maritssa Camargo, a data-limite para inscrição é dia 11 de agosto, num total de 50 participantes, que terão que comer o maior número de chawans (tigela) com a iguaria. “Cada prova tem a duração de cinco minutos e é neste tempo que eles têm que mostrar se estão ou não preparados para vencer. Tem candidato que participa desde o primeiro e até já criou o próprio ritual diário antes da participação”, diz ela.

Em caso de empate, o desempate será feito pelo restante do produto não consumido. Prevalecendo, ainda, será dado tempo extra para que saia um vencedor. O concurso terá início às 19h.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".