domingo, 15 de julho de 2018

tentativa de fuga

Inquérito da PM apura quem baleou agente

5 NOV 2010Por karine cortez05h:20

A Polícia Militar instaurou inquérito para apurar se o disparo que atingiu a perna de um agente penitenciário durante a tentativa de fuga no Presídio de Segurança Máxima de Campo grande, ocorrido anteontem, partiu de arma da PM. "Além da investigação que está sendo feita pela Coordenadoria de Perícias de segurança pública, também estamos fazendo nossa investigação interna através do inquérito e se for comprovado que o tiro era da arma de um PM, tomaremos as medidas cabíveis", disse o relações públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Nelson Antônio da Silva.

O agente ferido, Lúcio de Oliveira Santos, estava internado na Santa Casa. Mas, não esperou pelo procedimento cirúrgico e acabou saindo do local em busca de outro hospital. O prazo para o término do inquérito é de 40 dias, prorrogáveis por mais 20 dias.

O coordenadoria de perícias recolheu as armas para submetê-las ao exame de balística.

O agente baleado, Lúcio de Oliveira Santos, também será submetido a exame de corpo de delito para identificar qual tipo de munição o atingiu e vários aspectos da trajetória do tiro serão analisados. (KC)

Leia Também