Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MELHOR DA EUROPA

Iniesta bate Messi e <br> C. Ronaldo

Iniesta bate Messi e <br> C. Ronaldo
30/08/2012 14:52 - terra


Andrés Iniesta surpreendeu e venceu nesta quinta-feira o prêmio de Melhor Jogador da Europa pela Uefa na temporada 2011/12. A premiação, ocorrida no Fórum Grimaldi, em Mônaco, fez com que o espanhol superasse o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo, outros dois finalistas.

O vencedor recebeu um troféu pelo feito, escolhido por meio de votação com 53 jornalistas de todo o continente europeu presentes no evento. A condecoração foi entregue pelo atual presidente da entidade, o ex-jogador francês Michel Platini.

A margem da votação foi bastante apertada. Iniesta recebeu 19 votos, enquanto Cristiano Ronaldo e Messi ficaram empatados com 17.

"Estou feliz e gostaria de felicitar aos dois também, é um privilégio estar no mesmo pódio que os dois, dois monstros do futebol. Queria compartilhar esse troféu com o Lionel e também com meus companheiros de Barcelona, pois sem eles não teria nenhum sentido", definiu o espanhol, logo após receber a condecoração.

O argentino Lionel Messi foi o vencedor do prêmio no último ano, seguido de perto por Xavi Hernández e Cristiano Ronaldo, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Neste ano, o camisa 10 do Barcelona poderia ter conquistado o bi, mas foi superado pelo companheiro de equipe.

Entre os demais votados, o italiano Andrea Pirlo, da Juventus, ficou em quarto, enquanto o espanhol Xavi Hernández, do Barcelona, veio em quinto, o goleiro espanhol Iker Casillas, do Real Madrid, em sexto, o marfinense Didier Drogba, ex-Chelsea, em sétimo, o goleiro Petr Cech, do mesmo clube inglês, em oitavo, o colombiano Falcao García, do Atlético de Madrid, em nono, e o alemão Ozil, também do Real, em décimo.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.