Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Riscos

Ingredientes contidos em cosméticos podem causar alergias e até câncer

14 MAR 2011Por Terra17h:50

Os cosméticos existem para nos deixar mais bonitas e com a pele saudável. Entretanto, alguns fazem justamente o contrário. Culpa dos componentes presentes em suas formulações. O professor de cosmetologia Maurício Pupo listou quais são, além de exemplificar como e por que eles nos prejudicam. Leia com atenção e lembre-se: da próxima vez que for comprar um creme ou hidratante, é melhor manter distância dos produtos que têm esses ingredientes na composição.

 

Uréia: proibida para grávidas
 

A uréia é, sem dúvida, um dos hidratantes mais utilizados em cosméticos, tanto pela sua eficácia, quanto pelo seu baixo preço. O que muita gente não sabe, no entanto, é que a uréia é proibida para mulheres grávidas. E o principal motivo desta proibição é que a uréia penetra profundamente na pele e tem até mesmo a capacidade de atravessar a placenta, podendo chegar até o feto em formação, trazendo ao bebê consequências ainda desconhecidas.

 

Methylparaben, Ethylparaben, Propylparaben e Butylparaben. (conservantes liberadores de formol): podem aumentar a incidência de câncer de pele
 

O formol faz muito mal para a pele, mas o que a grande maioria das pessoas não sabe é que muitos cosméticos utilizam na formulação alguns tipos de conservantes que produzem e liberam formol. Além da já conhecida toxicidade do formol, um estudo realizado no Departamento de Dermatologia da Universidade de Debrecen, Hungria revelou que esta substância pode contribuir para o aparecimento de câncer induzido pela radiação ultravioleta do sol. O consumidor pode se proteger destas substâncias observando cuidadosamente os rótulos traseiros das embalagens, procurando pelas seguintes substâncias: quatérnium-15, diazolidinil hora, imidazolidinil uréia e DMDM hidantoína.

 

Propilenoglicol: risco de alergias
 

O propilenoglicol é um produto utilizado como diluente de outras substâncias, sendo muito usado em uma ampla variedade de cosméticos. O perigo de seu uso está nos problemas de pele que este pode desencadear nas pessoas, como alergias e irritações. Um estudo realizado com 45.138 pacientes na Universidade de Göttingen, Alemanha, confirmou seu potencial sensibilizante (potencial para causar alergias).

 

Óleo Mineral e Outros Derivados do Petróleo: responsáveis por diversos tipos de câncer
Os derivados do petróleo, como por exemplo, os óleos minerais, estão presentes na maioria dos produtos cosméticos, devido a sua propriedade emoliente, ou seja, hidratante para a pele. Entretanto, estudos recentes vêm associando esses componentes ao aumento da mortalidade por diversos tipos de câncer, como o de pulmão, esôfago, estômago, linfoma e leucemia. Isso se deve devido à presença de um composto chamado 1,4-dioxano, uma substância cancerígena, como relata estudos publicados nos periódicos “American Journal of Industrial Medicine”.

Leia Também