Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INVESTIMENTOS

Infraero recebe
R$ 1,9 bilhão para aeroportos

8 MAR 14 - 00h:00PATRÍCIA BELARMINO

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) recebeu um aporte financeira de R$ 1,9 bilhão do governo federal. Para Mato Grosso do Sul, ainda não foi definido pela estatal quanto deve ser destinado em investimentos para ampliação e reforma. No ano passado, a empresa investiu R$ 14,4 milhões no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

A autorização de repasse de até R$ 1,9 bilhão foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), ontem. A verba deve ser destinada para obras de melhoria e ampliação dos aeroportos sob administração da Infraero. Ontem, a assessoria de imprensa da estatal informou que os recursos devem ser aportados, ainda, em aeroportos concedidos à iniciativa privada, como o de Garulhos, em São Paulo, e o Galeão, no Rio de Janeiro. A justificativa para investir em aeroportos concedidos é que a Infraero atua como parte societária, nestes casos.

O valor repassado à Infraero, empresa 100% estatal, saiu do Tesouro Nacional. O aporte da União, hoje, é necessário porque a Infraero não tem caixa para pagar suas despesas e realizar os investimentos necessários para a ampliação das unidades que administra.

No ano passado, a Infraero, que tem batido recordes de investimentos, gastou R$ 1,6 bilhão em obras de ampliação e manutenção de aeroportos por todo o país. Só em Campo Grande foram investidos R$ 14,4 milhões, sendo R$ 13,1 usados nas obras de reforma da pista e R$ 1,3 milhão, na ampliação da área de desembarque.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Cidades brasileiras participam de mobilização mundial pelo clima

VÍCIO FORMAL

Francischini: vamos tentar retomar na CCJ alguns pontos do pacote anticrime

Homem é morto a tiros ao chegar na casa da namorada
PONTA PORÃ

Homem é morto com 16 tiros na fronteira

MUNDO

Manifestantes em mais de 150 países defendem meio ambiente

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião