segunda, 16 de julho de 2018

Infraero instalará outra esteira no aeroporto

24 SET 2010Por 07h:57

Clodoaldo Silva, Brasília

A Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) anunciou que vai dobrar a capacidade de desembarque no Aeroporto Internacional de Campo Grande para evitar o colapso que hoje ameaça o terminal. Para isso, será instalada nova esteira de bagagem e o restaurante em funcionamento no local será transferido para a área onde fica a agência do Banco do Brasil, abrindo mais espaço para o setor de desembarque.
Estas reformulações foram decididas pelo superintendente da Regional Centro-Oeste da Infraero, Carlos Haroldo Novack, após matérias publicadas no Correio do Estado no final de semana, apontando o “apagão” de infra-estrutura.
“São medidas para solucionar o problema a curto prazo”, afirmou Novack, destacando que a Infraero, por ser autarquia, terá de fazer licitações e obedecer os critério da Lei 8.666, a Lei das Licitações, por esse motivo os serviços não poderão começar imediatamente. “Vamos publicar o edital de licitação nos próximos dias”, destacou  o superintendente.
O edital estabelecerá as condições para aquisição de esteira rolante e também para reformas no prédio do aeroporto. A Infraero vai instalar a esteira no local onde hoje se encontra instalado o restaurante. “Vamos remover o restaurante dali, vai para o local do Banco do Brasil”, explicou Novack, reconhecendo que “o desembarque é primeiro gargalo, com mais uma esteira os transtornos serão amenizados”.
Em relação a concentração de vôos entre 21h e 23h30min, o superintendente disse que a solução é de competência da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), fugindo das atribuições da Infraero.

Taxis
Novack afirmou, ainda, que estão adiantadas as negociações com a prefeitura de Campo Grande para aumentar de 28 para 45 o total de táxis que atendem os passageiros. “Depende da prefeitura”, destacou o superintendente, explicando que as pendências são burocráticas.
O prefeito Nelsinho Trad já garantiu, também, a implantação de plataforma especial para ônibus executivo no aeroporto. A nova linha deve entrar em funcionamento ainda neste ano, melhorando as condições de transporte no aeroporto, permitindo que os passageiros tenham uma outra opção, saindo da dependência do serviço de táxi.

Leia Também