Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

AMEAÇA

Infraero descarta possibilidade de bomba em voo que seguia para SP

21 MAI 2011Por ESTADÃO00h:00

De acordo com informações da Infraero, está descartada a existência de bomba no voo 3603 -TAM que seguia de Porto Seguro para São Paulo, com conexão em Salvador. Após ameaça de um passageiro, o piloto da aeronave acionou o alarme de bomba e foi orientado pela torre de comando a fazer o pouso no Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães. Após o pouso, o comandante encaminhou a aeronave para uma área remota, para realização dos procedimentos de emergência. Toda ação aconteceu no início da noite de ontem (20).

De acordo com passageiros, tudo ocorria bem quando um homem foi detido por agentes da Polícia Federal logo após o pouso. Após a prisão do suspeito, o comandante da aeronave informou aos passageiros que haveria uma possível bomba no bagageiro do avião. Após ação da PF, os 129 passageiros desembarcaram em grupos de 10 pessoas e foram deslocados para o saguão do aeroporto. Ninguém ficou ferido. A TAM não informa quantos passageiros já deixaram a capital baiana em outros voos.

A ameaça de uma falsa bomba levou a PF a deter o suspeito, que é natural de São Paulo e reside em Arraial D’Ajuda, região de Porto Seguro. Ele continua sendo ouvido em Salvador, pela PF.

Nota oficial da TAM
A TAM informa que o voo 3603 (Porto Seguro / Salvador / Guarulhos) está atrasado na etapa entre Salvador e São Paulo devido a uma denúncia de bomba a bordo feita por um passageiro, que teve seu desembarque realizado pela Polícia Federal, na capital baiana, no começo da noite de hoje (20).

Visando à segurança de seus passageiros e tripulantes, e seguindo os procedimentos de melhores práticas de segurança da aviação civil e da legislação que rege a indústria, a companhia decidiu apurar os fatos em conjunto com o departamento federal de segurança pública para que, após a realização da perícia e, somente com total segurança, o voo seja liberado. A TAM lamenta e pede desculpas aos clientes pelos transtornos causados.

São Paulo, 20 de maio de 2011

TAM Linhas Aéreas

 

Leia Também