Terça, 20 de Fevereiro de 2018

ALTA NOS PREÇOS

Inflação dos alimentos deve ter pico este mês

18 OUT 2010Por 09h:34

Depois de registrar quedas seguidas nos últimos meses, o preço dos alimentos voltou a subir mais do que o esperado nas últimas semanas e deverá registrar a maior alta do ano no mês de outubro, de acordo com a previsão de analistas do mercado, exercendo pressão direta sobre a inflação.

O avanço dos preços dos alimentos distribuídos no país está relacionado a fatores domésticos e externos. Falta de chuvas, que comprometem pastagens, e redução da oferta de produtos de fornecedores como Rússia e Ucrânia, que estão desabastecidos pela seca, são algumas das razões que deverão justificar a alta mensal de 1,58% em outubro, segundo projeção da LCA Consultores.

"Este deverá ser o maior aumento verificado ao longo de todo o ano, até o final de dezembro, com base nas nossas projeções. No primeiro quadrimestre do ano, vimos que houve aumento dos preços, atingindo o maior pico em março. Porém, no segundo quadrimestre, os preços caíram mais que o esperado, com a interferência da sazonalidade, e agora voltam a subir", disse o economista da consultoria, Fabio Romão.

Em outubro, a previsão da consultoria é que o Índice de Preços ao Consumidores (IPCA), considerada a "inflação oficial" do país, do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), fique em 0,57%. No mês anterior, a variação foi de 0,45%.

Leia Também