Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

SIDROLÂNDIA

Índios armados teriam bloqueado estrada

15 MAI 2011Por DA REDAÇÃO07h:40

Um grupo de índios terena que desde terça-feira à noite ocupam a Fazenda 3 R (uma das 25 que reivindicam como terra indígena) teriam obstruído, no início da noite de ontem (14), a estrada vicinal de acesso as Aldeias Buriti, Lagoinha, Córrego do Meio e Água Azul, além de diversas fazendas,inclusive as propriedades que a etnia quer incorporar à reserva.

Eles estariam armados com facões, foices, além de armas de fogo. A vicinal fechada é estratégica para o escoamento da produção de frango de vários granjas, além de servir de rota do transporte escolar.

A ação dos índios terena – que desde 2001 espera pela demarcação dos 17.200 hectares reconhecidos como terra indígena pela Justiça e por portaria do Ministério da Justiça -- começou no início da semana quando fizeram refém o coordenador regional do Funai (Fundação nacional do ìndio), Edson Fagundes.

Na sexta-feira uma delegação de diretores da Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) esteve em Sidrolândia para tentar convencê-los a deixar a Fazenda 3. Os índios não enviaram representantes à reunião na Câmara Municipal. O procurador da República, Emerson Siqueira (que veio de Campo Grande para participar da negociação) esteve na aldeia onde manteve encontro com as lideranças indígenas.

Leia Também