terça, 17 de julho de 2018

Indígena de 3 anos morre de desnutrição

23 SET 2010Por 08h:29

EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ

Uma criança de três anos morreu vítima de desnutrição em área de conflito de índios com fazendeiros em Coronel Sapucaia. O caso foi denunciado ontem pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também divulgou nota demonstrando preocupação com a situação, que considerada dramática, enfrentada pelos guaranis e caiuás em Mato Grosso do Sul.
Conforme o coordenador do Cimi, Egon Heck, a criança vivia com a família na área denominada de Kurussú Ambá, situada entre os municípios de Coronel Sapucaia e Amambai, a qual está sendo disputada na Justiça por índios e fazendeiros.
Os índios ocupam uma pequena parte da Fazenda São Luiz, que já teria sido identificada como terra indígena. Em virtude da situação de conflito, os agentes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) não estariam prestando assistência à comunidade. O menino chegou a ser levado para atendimento médico em Amambai, mas não resistiu.
As lideranças indígenas reclamam da lentidão da Justiça em conceder a posse de terras na região.

Leia Também