Índice de expectativa da CNI apresenta consumidores menos endividados em julho

Índice de expectativa da CNI apresenta consumidores menos endividados em julho
30/07/2012 17:16 - AGÊNCIA BRASIL


O consumidor está menos endividado e também percebe que sua situação financeira está melhor, segundo o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) para o mês de julho, divulgado hoje (30) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a pesquisa, no mês de julho, entre os que disseram que as dívidas aumentariam estão 18%, uma queda de 8 pontos percentuais em relação a junho. Além disso, 52% das pessoas disseram que continuam com o mesmo número de dívidas dos últimos três meses. Em junho, 44% das pessoas disseram que tinham as mesmas dívidas dos últimos três meses.

Para 55% das pessoas entrevistadas, a situação financeira está igual aos últimos meses. Em junho, 52% das pessoas disseram que sua situação era a mesma. A preocupação com o desemprego também reduziu em julho na comparação com o mês anterior. Neste mês, 42% das pessoas disseram que o desemprego iria aumentar nos próximos meses, uma queda de 2 pontos percentuais na comparação com junho. As entrevistas foram feitas entre os dias 12 e 17 de julho e duas mil pessoas responderam à pesquisa.

No total, o Inec somou 113 pontos, uma variação positiva de 0,4% na comparação com o mês anterior. Em junho, o índice somou 112,6 pontos. O índice tem média de 100 pontos e quanto mais distante desse valor, melhor é a avaliação.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".