Terça, 20 de Fevereiro de 2018

RURAL

Indicadas áreas para plantio da segunda safra de feijão

10 OUT 2010Por Revista Pantaneira10h:00

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou estudo que indica as melhores áreas e os períodos de semeaduras para o plantio da segunda safra de feijão no Paraná, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Tocantins, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Cultivado por pequenos e grandes produtores em todas as regiões brasileiras, o feijoeiro comum é representativo em valores econômicos e sociais. A cultura é apropriada para sistemas agrícolas intensivos e com menor uso tecnológico, principalmente de subsistência.

A temperatura do ar pode ser considerada como elemento climático de maior influência sobre o rendimento das vagens. Temperaturas elevadas ou abaixo de 12ºC são prejudiciais em qualquer estágio de desenvolvimento, em especial nos períodos de florescimento e frutificação.

O rendimento do feijoeiro também é afetado pela condição hídrica do solo. A escassez de água pode reduzir a produtividade e o excesso de chuva no período de colheita pode causar perda total.

O Paraná, que colheu de 298 mil toneladas na safra 2009/2010, e Minas Gerais, com a produção de 214 mil toneladas no mesmo período, destacam-se como os maiores estados produtores de feijão do Brasil.

O zoneamento agrícola para o feijão foi publicado nas portarias nº 345 a 354, no Diário Oficial da União (DOU).

Leia Também