Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Independência paga hoje primeira parcela das dívidas

Independência paga hoje primeira parcela das dívidas
30/03/2010 23:10 - Rosana Siqueira


Os pecuaristas aguardam para hoje o pagamento da primeira parcela de R$ 100 mil por parte do frigorífico Independência, conforme proposta aprovada por 98,6% dos credores em assembleia geral realizada no dia 5 de novembro. As empresas Independência S.A. e Nova Carne Indústria de Alimentos Ltda. devem depositar hoje na conta dos 1.524 pecuaristas credores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Minas Gerais e Goiás um montante de R$ 152,4 milhões. Somente em MS seriam 296 produtores que teriam direito a receber cerca de R$ 42 milhões.

Pela proposta aprovada no plano de recuperação judicial, a empresa pagaria aos pecuaristas R$ 100 mil à vista no dia 31 de março e o saldo restante em 24 parcelas. A dívida total do Independência soma aproximadamente R$ 3 bilhões, sendo R$ 194 milhões com os pecuaristas.

O superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, diz que a expectativa é de que o Independência cumpra o acordo judicial e “encerre esse episódio que já prejudicou muito o pecuarista”. Ele explica que “só com os 494 criadores de Mato Grosso a dívida representa capital de giro, que estava represado, de quase R$ 50 milhões”. Vacari faz a ressalva de que “essa não foi a melhor proposta, mas foi a possível, pois esse montante quita a dívida total de mais de 75% dos pecuaristas”. “Além disso, não queremos o pedido de falência do frigorífico”, diz.

O Independência tem quatro plantas de abate bovino em Mato Grosso que atualmente estão paralisadas. As unidades ficam nas cidades de Confresa, Juína, Nova Xavantina e Pontes e Lacerda. O Independência tem duas unidades de abate bovino em operação no País: em Rondônia e em Goiás.
Em Mato Grosso do Sul, o frigorífico tinha abatedouros em Campo Grande, Nova Andradina e Anastácio, que também estão paralisados. (com informações da Agência Estado)

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.