Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

recursos

Indenizações de R$ 17 irritam japoneses retirados da área radioativa

5 ABR 11 - 13h:30folha.com

Com indenizações de cerca de US$ 11 (R$ 17), a Tokyo Eletric Power Company (Tepco), empresa que opera a usina nuclear de Fukushima, no Japão, irritou os moradores que tiveram de ser retirados, e algumas prefeituras locais chegaram a rejeitar os recursos oferecidos.

Muitos vilarejos locais anunciaram que devem rejeitar a doação de cerca de 20 milhões de ienes (US$ 237 mil), que dividida pelo número de moradores retirados atinge quantias ínfimas de menos de R$ 20.

Uma porta-voz da cidade de Namie declarou que a oferta da Tepco foi rejeitada, o que permite que a municipalidade e a população possam criticar livremente a sociedade.

"A população local supera os 20 mil habitantes, o que faria com que cada residente recebesse menos de 1.000 ienes (cerca de R$ 17) cada um. Isso não ajuda os flagelados", argumentou.

Cerca de 80 mil pessoas residentes num perímetro de 20 km em torno da central acidentada pelo terremoto e tsunami de 11 de março se viram obrigadas a abandonar a região, deixando tudo para trás.

Além disso, muitos agricultores da província de Fukushima tiveram que suspender a comercialização de verduras e de leite devido ao índice elevado de radioatividade após o desastre nuclear.

O ministro da Indústria japonês, Banri Kaieda, declarou nesta terça-feira que ordenou à Tepco se prepare para pagar indenizações às populações mais atingidas.

Segundo a agência de notícias Kyodo, a sociedade deve calcular com o governo as enormes indenizações que deverá pagar às empresas, agricultores e pescadores prejudicados pelo acidente nuclear.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mistura de queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS
TEMPO

Queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS

Raio-x flagra mulher com 50 cápsulas de cocaína no estômago
SERVIÇO DE MULA

Mulher é presa com cápsulas de cocaína no estômago

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação
TRÊS MESES DE PRISÃO

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação

Vereadores afastados tomam posse em Dourados
RETORNO

Vereadores afastados tomam posse em Dourados

Mais Lidas