Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Incra libera recurso para recuperar estrada

Incra libera recurso para recuperar estrada
28/06/2010 06:16 -


O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) assinou semana passada a liberação de três convênios para abrir e recuperar estradas no valor de R$ 1,7 milhão. Entre os assentamentos que serão contemplados, está o Avaré, situado em Santa Rita do Pardo. Em março deste ano, o Correio do Estado publicou reportagem especial sobre as condições dos moradores que estavam isolados por conta da má condição das estradas. Na época, apenas carros com tração nas quatro rodas e tratores conseguiam chegar ao local.

De acordo com a assessoria de imprensa do Incra, as verbas possibilitarão a reforma e abertura de mais de 150 quilômetros de estradas, que beneficiarão 1,4 mil famílias em três municípios do Estado. Além do assentamento Avaré, também serão contemplados o Indaiá I, II, III e IV, em Aquidauana e o Santa Mônica, localizado em Terenos. O superintendente regional do Incra em Mato Grosso do Sul, Waldir Cipriano Nascimento, afirmou em nota, que as condições mais precárias podem ser vistas no Assentamento Avaré, onde as chuvas do final do ano passado destruíram as estradas de acesso.

Por esse motivo, em abril deste ano, o superintendente nacional do Incra, Rolk Hackbart, destinou R$ 250 mil do orçamento 2010 para recuperar os pontos críticos dos assentamentos Avaré e Mutum, em caráter emergencial.

Os recursos referentes aos convênios assinados na semana passada serão liberados em três parcelas, sendo que a primeira já está disponível e os trabalhos devem ser iniciados em 30 dias. Além do dinheiro destinado pelo Governo federal, as prefeituras devem contribuir com contra partida de pelo menos 3% do valor. (BG)

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...