sexta, 20 de julho de 2018

DE OUTUBRO A NOVEMBRO

Inadimplência das empresas aumenta 10,2%

29 DEZ 2010Por AGÊNCIA BRASIL09h:39

A quantidade de empresas que, em novembro, deixaram de pagar suas contas em dia foi 10,2% superior ao resultado registrado em outubro. Segundo o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas, esse é o maior aumento registrado desde março deste ano, quando a alta mensal atingiu 26,4%.

Apesar da elevação, a inadimplência entre as pessoas jurídicas ainda é menor este ano do que em 2009. Comparando os resultados dos meses de novembro dos dois últimos anos, a queda foi de 2,4%. Analistas da empresa de consultoria apontam que esse é o maior recuo verificado desde 2006. Entre janeiro deste ano e o mês passado, o recuo foi de 5,9%. A perspectiva é que o indicador continue caindo durante os primeiros meses de 2011.

Para os economistas da Serasa Experian, o crescimento da inadimplência das empresas foi pontual e motivado pelas pressões dos custos sazonal, como o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário, a renovação do estoque para o Natal e importações. Já os resultados anual e acumulado demonstram, de acordo com os economistas, os efeitos da recuperação do crédito para os negócios e a retomada do crescimento econômico após a crise mundial de 2008/2009.

Durante o último mês, os títulos protestados cresceram 16,3% e os cheques devolvidos por falta de fundos aumentaram 14,9%. Já as dívidas não honradas com os bancos foram 4,8% menores do que em outubro.

Leia Também