terça, 14 de agosto de 2018

Itália

Imigrantes tunisianos fazem dobrar população de ilha

27 MAR 2011Por Terra18h:03

Mais de 15 mil migrantes vindos da Tunísia já aportaram à ilha italiana de Lampedusa desde o início do ano, informou o governo italiano. Os grupos que chegam de barco ao país europeu estão fugindo da violência no Oriente Médio e Norte da África.

Revoltas populares na Tunísia forçaram a renúncia do presidente Zine El Abidine Ben Ali e estimularam a eclosão de vários protestos na região. Egito, Líbia e Iêmen, principalmente.

Segundo o ministro do Interior italiano, Roberto Maron, 4,8 mil tunisianos estão vivendo em Lampedusa atualmente. Isso fez praticamente dobrar a população local de cerca de 5 mil pessoas. Para comparar, no ano de 2010, apenas 25 tunisianos haviam desembarcado na Ilha, apontam os dados oficiais.

A Itália vinha recebendo imigrantes para direcioná-los a abrigos em outros países, mas muitos desses locais já não têm mais espaço, reportou a agência AP.

O Ministério teme mais uma onda de imigração clandestina em razão dos embates hoje vividos na Líbia, onde há mais de um mês manifestantes enfrentam forças do ditador Muammar Kadafi. Segundo o governo italiano, ao menos 200 líbios já chegaram à região da Sicília nesta semana.

Leia Também