sábado, 21 de julho de 2018

TAQUARI

Imasul apresenta projetos para recuperação

1 FEV 2011Por DA REDAÇÃO20h:35

Representantes de todos os municípios que integram a região da Bacia do Rio Taquari participaram nesta tarde (1º) de uma reunião técnica do Instituto de Meio Ambiente do Estado (Imasul) para a apresentação de todos os projetos ambientais que estão sendo desenvolvidos e serão aplicados na recuperação e preservação do Taquari.

De acordo com o diretor de desenvolvimento do Imasul, Roberto Gonçalves, de cinco projetos previstos para ações ambientais na região, três já foram contratados e outro já tem projeto preparado para iniciar este ano. Dos já contratados estão: Formação de uma rede de viveiros com vistas à terminação/finalização de mudas produzidas por outros viveiros; Apoiar e promover a recuperação de áreas degradadas, as respectivas nascentes e matas ciliares e a adequação ambiental das propriedades rurais e a Elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos para a Sub-Bacia do Rio Taquari – este último já foi licitado e a empresa contratada apresentou o cronograma de trabalho para os representantes dos municípios.

Para a implantação de todos os planos ambientais, o governo do Estado apresentou os projetos que concorreram ao edital do Fundo Nacional de Meio Ambiente e venceu. Segundo Roberto Gonçalves, entre as propostas já aprovadas, o mais importante é o projeto que está em fase final para iniciar a execução. “O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos é o que tem maior monta de recursos e vamos executar junto à Agraer [Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural]. Este já tem uma empresa licitada e entra em fase de execução nos próximos meses”, afirmou o diretor de desenvolvimento do instituto.

Todos os projetos aprovados pelo governo federal e que serão aplicados na recuperação e preservação do Rio Taquari recebem investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões e têm contrapartida de 10% do governo do Estado.

O coordenador-geral dos Projetos do Taquari, Lorivaldo Antônio de Paula, afirmou que a participação dos municípios neste momento é bastante importante para a execução dos projetos. “São recursos que foram obtidos a partir de um trabalho de equipe e devemos continuar com este trabalho, com o apoio dos municípios”, diz.

Para apresentar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, um dos engenheiros da empresa DMRT, ganhadora da licitação, reforçou que o apoio dos municípios será importante nesta fase do trabalho. Segundo o engenheiro Neif Salim Neto, o primeiro contato com os representantes municipais é importante para iniciar o trabalho e ter acesso a informações técnicas destas cidades para fundamentar o estudo que será desenvolvido no local.

As prefeitas Dinalva Mourão, de Coxim e Maura Jaja, de Pedro Gomes, participaram da reunião com representantes técnicos de municípios como Alcinópolis, Camapuã, Figueirão, Rio Verde e São Gabriel do Oeste, que também integram a região da Bacia do Taquari.

“Esta ação de iniciativa do Imasul vem ao encontro das necessidades dos municípios e dá suporte para trabalhar estas questões ambientais focadas no taquari com o aporte do governo do Estado”, afirmou a prefeita de Coxim, Dinalva Mourão.






 

Leia Também