Segunda, 11 de Dezembro de 2017

ARTILHEIRO

Ídolo português, Eusébio morre aos 71 anos

5 JAN 2014Por FOLHAPRESS09h:38

O ídolo do futebol português, Eusébio da Silva Ferreira, considerado em Portugal o melhor jogador de todos os tempos, morreu hoje aos 71 anos devido a uma parada cardiorrespiratória.

Eusébio levava o apelido de "Pantera Negra" e tinha sofrido diversos problemas de saúde desde 2012, quando foi hospitalizado por causa de um derrame cerebral enquanto acompanhava a seleção portuguesa na Eurocopa, na Polônia. 

Nascido em 1942 na antiga colônia portuguesa de Moçambique, Eusébio se tornou o maior símbolo do futebol português, com o qual conquistou o maior sucesso de sua seleção, o terceiro lugar na Copa do Mundo da Inglaterra, em 1966, no qual foi o artilheiro, com nove gols. O Benfica, clube pelo qual o jogador atuou, publicou uma nota lamentando o falecimento. 

"De Eusébio vamos recordar o talento, o exemplo e o caráter de um homem que marcou o futebol português e se transformou numa referência do futebol mundial. Vamos recordar a alegria que tinha de viver, a sua simplicidade e frontalidade", diz o comunicado. 

Uma estátua de Eusébio foi construída pelo Benfica, em frente ao estádio da Luz, em Lisboa.

Após a notícia de seu falecimento, o local recebeu homenagens de fãs do jogador. 
O "Pantera Negra" ainda dá nome a um campeonato promovido pelo clube português, a Copa Eusébio. 

A equipe do São Paulo participou do torneio de partida única em agosto do ano passado e foi campeã diante do time da casa. 
 

Leia Também