Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TRAGÉDIA

Identificação de vítimas de tragédia levará dois meses

19 DEZ 13 - 00h:00DA REDAÇÃO

A identificação de cinco, das 11 pessoas que morreram carbonizadas em acidente ocorrido anteontem, em Nova Andradina, deverá ser concluída, apenas, daqui a dois meses. Os restos mortais chegaram ontem no Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol), em Campo Grande, para exames de DNA. Oito vítimas foram resgatadas e três continuam desaparecidas em meio aos destroços. Peritos ainda trabalham para localizá-las, mas há suspeita de que tenham sido incineradas.A reportagem está na edição de hoje (19) do jornal Correio do Estado.

De acordo com o coordenador-geral do Imol, Nelson Fermino Júnior, o longo prazo estimado para identificação se deve às condições que os corpos ficaram. “Estimamos no mínimo dois meses. Como os exames serão feitos com os ossos da vítima o processo é complicado. Exames em ossos, em condições normais, duram pelo menos um mês, imagine esses que passaram por grande nível de aquecimento. A dificuldade no trabalho é bem maior. Dependendo dos resultados são necessárias várias extrações de amostras e isso leva tempo”, esclareceu.  A reportagem é de Laura Holsback e Lucia Morel.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MUNDO

China autoriza Boeing a comprar negócios comerciais da Embraer

APRESENTOU DENÚNCIA

Ministro boliviano acusa Evo Morales de terrorismo

Gugu Liberato morre aos 60 anos
LUTO

Apresentador Gugu Liberato
morre aos 60 anos

DESCONTOS

Bancos divulgam condições de mutirão de renegociação de dívidas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião