Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

pesquisa

Ibope aponta vitória de Dilma no primeiro turno

30 SET 2010Por 00h:00

BRASÍLIA

Pesquisa realizada pelo Ibope sob encomenda da CNI (Confederação Nacional da Indústria) nos dias 25 a 27 de setembro indica que Dilma Rousseff (PT) está com 50% contra 41% de todos os seus adversários somados. Se a eleição fosse hoje, a petista venceria no primeiro turno.
A candidata do PT recebeu 50% das intenções de voto na pesquisa estimulada feita pela CNI/Ibope, sinalizando uma vitória já no primeiro turno das eleições. Em junho, Dilma tinha 38% das intenções de voto. Já o candidato José Serra (PSDB) caiu no período, passando de 32% para 27% das intenções de voto. A candidata do PV, Marina Silva, por sua vez, subiu de 7% para 13% na preferência do eleitorado, entre junho e setembro. Os outros candidatos receberam 1% da intenção de votos ante 2% da pesquisa realizada em junho.
Brancos e nulos somaram 4%, sendo que, na pesquisa passada, estava em 6%. Um total de 4% das pessoas entrevistadas não souberam ou não responderam à pesquisa. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Rejeição
O índice de rejeição de Dilma subiu de 23% para 27%, e o de Serra de 30% para 34%. Marina Silva foi a única que teve redução no índice de rejeição, passando de 29% para 28%.

Eventual 2º turno
A candidata do PT receberia 55% das intenções de voto no segundo turno contra o candidato do PSDB, que receberia 32% dos votos. Em junho, esta diferença estava em 45% para a candidata petista e 38% para o tucano e, em março, em 39% e 44%, respectivamente. Nessa simulação, 7% do eleitorado disse que votaria em branco ou anularia sua participação na eleição, enquanto 5% não soube ou não quis responder.

Partido preferido
A pesquisa CNI/Ibope aponta que o PT é o partido preferido dos eleitores, com 27% das indicações, contra 5% do PMDB, 5% do PSDB, 3% do PV e 2% do PDT. Os demais partidos não pontuaram. O número de entrevistados que disseram não ter preferência em partido político somam 48%, enquanto 6% não souberam responder. Enquanto 47% responderam que votarão num candidato indicado por Lula, outros 41% disseram que isto não será considerado na hora de escolher o candidato.
A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TSE) com o número 33162/2010, ouviu 3.010 pessoas em 191 municípios.

CNT/Sensus
A pesquisa CNT/Sensus mostra a candidata do PT à Presidência com 47,5% da preferência do eleitorado contra 25,6% do tucano. Marina Silva, do PV, tem 11,6%.
Dilma perdeu 3 pontos porcentuais em relação à pesquisa anterior, quando aparecia com 50,5%, enquanto Serra caiu 0,8 ponto, ante os 26,4% do levantamento anterior, feito entre os dias 10 e 12 deste mês. Marina Silva subiu 2,7 pontos porcentuais, passando de 8,9% para os atuais 11,6%.
Considerando apenas os votos válidos, Dilma teria hoje 54,7% da preferência e venceria a disputa no primeiro turno. Serra tem 29,5% e Marina, 13,3% dos votos válidos. Em um eventual segundo turno, Dilma venceria com 53,9% da preferência, ante 34,5% de Serra.
A pesquisa da CNT/Sensus foi feita entre os dias 26 e 28 de setembro e foi registrada no TSE sob o número 33.103/2010. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais. Foram entrevistadas 2 mil pessoas em 136 municípios.

Leia Também