quinta, 19 de julho de 2018

ZONA DE ALTA VIGILÂNCIA

Iagro capacita veterinários para atuar na ZAV

10 NOV 2010Por Da Redação21h:00

A Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal (Iagro) promove na sexta-feira (12) um curso para médicos veterinários para a execução de ações exclusivas do serviço oficial na Zona de Alta Vigilância Sanitária (ZAV).

A capacitação para profissionais que atuam no mercado vai abordar a vacinação contra febre aftosa, identificação e inspeção de animais para trânsito fora da ZAV. Podem participar profissionais inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado (CRMV-MS) que não tenham restrições administrativas junto ao CRMV.

O treinamento acontece no auditório da Iagro em Campo Grande, das 8 às 11 horas. As inscrições podem ser feitas no local do evento. Após a capacitação e apresentação de certidão negativa do CRMV-MS, o veterinário será cadastrado pela agência para o desempenho de ações oficiais na ZAV. A Iagro já capacitou 70 profissionais de Campo Grande, Dourados e Corumbá para vacinação e manipulação de animais conforme exigências internacionais.

O trabalho de vacinação dentro da área de alta vigilância, que abrange a região de Mato Grosso do Sul na fronteira com Paraguai e Bolívia, é feito exclusivamente por 150 veterinários e técnicos da Iagro. A partir deste ano também será realizado por profissionais da iniciativa privada. A ZAV compreende mais de seis mil propriedades com 800 mil cabeças de gado.

De acordo com a diretora-presidente da Iagro, Maria Cristina Carrijo, a orientação dos profissionais que atuam nas propriedades é para que tenha maior envolvimento da comunidade. “O conhecimento sobre as exigências internacionais contribui para assegurar a sanidade animal”, conclui a diretora.

Vacinação

Este ano o período de vacinação contra febre aftosa na ZAV sofrerá alteração em decorrência do atraso na liberação de recursos federais. “Esperamos que os recursos sejam liberados até o dia 12 (sexta-feira)”, diz Cristina. Por este motivo a data limite para imunização do rebanho será postergada para 25 de dezembro.

 

Na região do Planalto a vacinação acontece até o dia 30 de novembro e no Pantanal, até 15 de dezembro. A expectativa é de que seja imunizado todo o rebanho bovino do Estado, cerca de 23 milhões de cabeças.

 

Leia Também