quarta, 18 de julho de 2018

DOURADOS

Hospital da Mulher será desativado dia 31

24 DEZ 2010Por DOURADOS AGORA15h:53

Às 19h do dia 31, véspera do Ano Novo, o Hospital da Mulher de Dourados deixará de funcionar no prédio alugado do antigo Hospital Santa Rosa, localizado na Rua João Vicente Ferreira. A partir desse horário, o Hospital da Mulher passa a funcionar no HU (Hospital Universitário).

Prevista em um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado pelo município com o Ministério Público em 2009, a transferência foi uma das prioridades da prefeita Délia Razuk para o setor de saúde. Em novembro, a prefeita criou uma comissão, formada por representantes do município e dos hospitais Evangélico e Universitário, para fazer a transição.

Conforme o assessor jurídico do gabinete, Paulo César Nunes, após as 19h do dia 31, todos os serviços ambulatoriais e de emergência nas áreas de ginecologia e obstetrícia, prestados atualmente no Hospital da Mulher, passam a ser oferecidos no Hospital Universitário.

A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), que administra o HU, preparou a estrutura necessária para instalação dos serviços de ginecologia e obstetrícia. A prefeita visitou as obras e cobrou agilidade para garantir a transferência ainda neste ano.

“Durante o dia, pacientes em situação de internação que procurarem o Hospital da Mulher já serão encaminhadas para o HU. Pacientes que estejam internadas no local também serão levadas para o Hospital Universitário através de um trabalho envolvendo a Central de Ambulância e o Samu. Todo o processo está sendo criteriosamente definido para evitar transtorno às pacientes”, afirmou o assessor jurídico.

Transporte

Melhorias no transporte coletivo para o HU – outra preocupação da prefeita Délia Razuk - já estão sendo adotadas entre a prefeitura e a empresa que explora os serviços. O número de ônibus ligando o centro ao HU será ampliado, garantindo um a cada 20 minutos naquele itinerário.

Outra mudança importante no setor de transporte coletivo para agilizar o acesso ao hospital é que os ônibus passarão a fazer o itinerário centro-HU e depois seguirão para os bairros daquela região. Atualmente os ônibus saem do centro, passam pelos bairros e depois vão para o HU.

O transporte de pacientes que necessitarem de atendimento de emergência será feito pelo Samu e pelas ambulâncias da prefeitura, controladas pela Central de Regulação.

Leia Também