Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

Hospital da Cassems terá serviço de hemodiálise

Hospital da Cassems terá serviço de hemodiálise
11/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Na sexta-feira (14), a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems), inaugura, às 19h, no prédio do Hospital Cassems em Dourados, o Centro de Diagnóstico e serviço de hemodiálise. O Hospital de Dourados foi o primeiro da Rede Própria construído pela Caixa dos Servidores.

O Centro de Diagnóstico, que ocupará uma área com cerca de 500m², é uma parceria entre a Cassems e as empresas MS Diagnóstico, Laboratório Mansur e RAF Serviços Médicos. De acordo com o diretor de Unidades Hospitalar da Caixa dos Servidores, Flávio Stival, além do amplo espaço, o Centro de Diagnóstico vai oferecer diversos serviços

“Além de disponibilizar um leque de procedimentos, o Centro de Diagnóstico vai trazer facilidade e comodidade aos nossos beneficiários. Cerca de 30 funcionários, muito bem treinados, darão esse suporte que, além de aumentar a capacidade do atendimento, trará mais qualidade aos serviços prestados”, explica Stival.

De acordo com o responsável pelo Centro de Diagnóstico, Vander Caetano Vieira, os novos serviços vão facilitar a vida de todos. “A vinda desses procedimentos para Dourados possibilitará a economia de materiais e, principalmente, economia de tempo para os pacientes. Estamos trazendo uma estrutura de última geração, de alta complexidade e que vai melhorar muito a qualidade do atendimento e o acesso à Saúde, não só do município, mas de toda a região”, explicou.

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache,  disse que esses novos serviços em Dourados fortalecem a interiorização do atendimento.

Hemodiálise

Também situado no Hospital Cassems do município, o serviço de hemodiálise funcionará 24 horas por dia e também estará apto a realizar dois tipos de diálises peritoneais: a Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua (CAPD, na sigla em inglês) e a diálise Home Choice. O espaço, com cerca de 300m², além dos pontos de hemodiálise, terá a disposição dos beneficiários técnico de enfermagem, assistente social, enfermeiro, nutricionista, fisioterapeuta e uma estrutura de última geração.

Segundo o diretor de Unidades Hospitalares, o grande propósito do serviço de hemodiálise oferecido no Hospital Cassems de Dourados é humanizar o atendimento com um acolhimento diferenciado aos usuários.

“O espaço foi todo reformado dentro das exigências dos órgãos reguladores e equipado com equipamentos de última geração, como as máquinas de hemodiálise e o tratamento de filtragem da água em 100%, garantindo uma água pura e sem a mínima chance de contaminação. Agora, o grande diferencial é que cada paciente que usar o serviço de hemodiálise no hospital terá um tablet para se distrair enquanto acontece o processo. Nós sabemos que é um procedimento difícil para quem o usa, por isso, o nosso objetivo é acolhê-lo da melhor forma possível, a fim de diminuir o sofrimento deles”, explica Stival.

A disponibilização da diálise peritoneal Home Choice cumpre o propósito de acolher da melhor maneira possível o doente renal crônico. Para o responsável pelo serviço de hemodiálise, o nefrologista Antônio Pedro Bitencourt, esse serviço vai trazer uma melhora significativa para os doentes renais crônicos de Dourados.

“Há alguns pacientes que não podem se deslocar até o hospital, então, com o Home Choice eles podem realizar o procedimento na sua casa com a mesma segurança se estivesse no hospital. O paciente recebe o equipamento e faz todo o tratamento no seu próprio domicílio, precisando vir ao hospital apenas uma vez por mês”, explica Bitencourt.

O nefrologista ainda salienta o ganho que toda a Grande Dourados vai receber com a vinda desse serviço para a região. “Hoje, grande parte dos pacientes renais crônicos da nossa região não tem como fazer a hemodiálise. Com o oferecimento dos nossos serviços, vamos beneficiar toda a Grande Dourados. O hospital vai ser a casa do renal crônico em Dourados”, comemora Bitencourt. 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...