Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CAMPO GRANDE

Homem que matou professora trocou objetos roubados por crack

20 JUN 12 - 11h:00VÂNYA SANTOS

Depois de matar a professora Juliana Corraleiro da Silva, 42 anos, o ex-detento, usuário de drogas e morador de rua Julio César de Almeida, 35 anos, o Polaco, trocou os pertences que roubou da casa da vítima por 30 pedras de crack.

O acusado foi preso ontem por investigadores da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf). Na ocasião, ele estava sendo agredido por moradores do Bairro Jardim Centenário, onde é acusado de cometer vários furtos.

Segundo o delegado Fábio Peró, no último dia 8 Julio César invadiu a casa da vítima, no Bairro Coophavila, em Campo Grande, porque pensou que não tinha ninguém no imóvel. Depois de arrombar a porta dos fundos ele fugiu levando aparelho de som, DVD, celular e playstation.

Os pertences foram trocados numa boca de fumo no Bairro Centenário. No entanto, o receptador Rubens Borges da Silva, 23 anos, encomendou uma TV. Julio então voltou até a casa da vítima para buscar a encomenda, momento em que entrou no quarto e Juliana gritou. Com uma faca que pegou na cozinha da professora, o homem desferiu cerca de oito golpes na mulher e depois fugiu levando o aparelho.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dica da Semana: "A Lavanderia"
Via Streaming

Dica da Semana: "A Lavanderia"

BRASIL

Desembargador do TRE-MG proíbe novos inquéritos contra ministro do Turismo

BRASIL

Governo quer criar ou extinguir órgãos sem precisar de aval do Congresso

Coxa de frango empanada com ervas feita no forno
RECEITA

Coxa de frango empanada com ervas feita no forno

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião