Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RIBEIRÃO PRETO

Homem invade pista e alega perseguição, diz PF

Homem invade pista e alega perseguição, diz PF
07/03/2014 20:00 - FOLHAPRESS


 A pista do Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), foi invadida no início da tarde de hoje por um homem que alegava estar sendo perseguido.

De acordo com a Polícia Federal, o homem de 28 anos estava sob efeito de crack e alegou que invadiu a pista porque estava fugindo de pessoas que queriam matá-lo. A invasão ocorreu por volta das 12h.

O invasor foi detido por vigilantes do aeroporto, que acionaram a polícia. O Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), que administra o aeroporto, informou que as operações e os voos não foram afetados.

O homem foi preso em flagrante por impedir ou dificultar navegação aérea. A pena prevista para o crime é de dois a cinco anos de prisão.

A polícia informou que o invasor já tinha passagens criminais por furto, roubo, homicídio e receptação. Ele foi encaminhado para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Ribeirão Preto.

De acordo com o Daesp, o aeroporto possui sistema vigilância em toda área aeroportuária que contempla, inclusive, a pista.

Em dezembro de 2012, o aeroporto ficou fechado para pousos e decolagens por mais de uma hora porque crianças invadiram a pista para soltar pipas. Dois voos atrasaram e o aeroporto só foi liberado depois que a Polícia Militar foi acionada.

Na noite de anteontem, quatro homens armados invadiram o Aeroporto Bartolomeu de Gusmão, em Araraquara (273 km de São Paulo). Eles renderam dois bombeiros e roubaram uma televisão, rádio comunicadores e a aliança de uma das vítimas.

Invasão

Em menos de três semanas, mais que dobrou o número de invasores em uma área localizada a apenas 50 metros do aeroporto Leite Lopes Quando. Quando invadida, a área, no Jardim Jóquei Clube, tinha 150 famílias. Ontem, já eram cerca de 400.

No final de outubro do ano passado, a prefeitura retirou 53 famílias de um assentamento no entorno do aeroporto e disse que era sua "última ação" para a internacionalização do Leite Lopes.

Os invasores relatam ter medo da proximidade dos barracos com a pista de pouso, mas dizem não ter alternativa de moradia.
 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?