Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

reincidente com longa história

Homem fura barreira e é preso com 260 quilos de maconha

28 MAR 2011Por vivianne nunes com informações ta na midia naviraí13h:43

Um homem foi preso neste domingo transportando 260 quilos de maconha. A prisão foi registrada no quilômetro 2 da rodovia MS-147, que liga Ivinhema a Naviraí, no interior de Mato Grosso do Sul. O homem identificado como Roberto da Silva Santos, 34 anos, conduzia um veículo Fiat Marea com placa de São Paulo em alta velocidade pela Avenida Campo Grande, em Naviraí, quando começou a ser perseguido por policiais que montaram uma barreira em frente a um frigorífico ma saída para a cidade. O acusado não respeito a ordem de parada e continuou em fuga. Policiais chegaram a atirar contra o veículo que foi atingido no pneu dianteiro do lado esquerdo que estourou e fez com que o condutor parasse pouco mais de um quilômetro à frente. O acusado então deixou o veículo carregado com a droga e fugiu à pé por um matagal.

Os policiais militares faziam patrulhamento na Avenida Campo Grande, quando foram avisados por outra viatura policial de que um veiculo Fiat Marea de cor azul,placas de São Paulo-SP, que estava se deslocando em alta velocidade pela referida avenida.

Os policias então montaram barreira de frente a um frigorífico na MS147 já na saída de cidade, quando avistaram o referido veiculo que não respeitou a ordem de parada furando o bloqueio policial e saindo em fuga. Os policiais então atiram contra o veiculo que foi atingido no pneu dianteiro do lado esquerdo que estourou fazendo com que o motorista parasse a cerca de 1mil metros à frente, abandonando o veiculo carregado com a droga e apreendendo fuga a pé correndo para um matagal.

Com o apoio de uma outra viatura policial o homem foi localizado. Ele afirmou ser morador da cidade de Nova Andradina e foi preso em flagrante e levado para delegacia de Polícia Civil de Naviraí.

Segundo informações publicadas pelo site Ta Na Mídia Naviraí, o homem teria dito a reportagem que foi até a cidade para visitar o filho que mora no Jardim Paraíso e que, depois de ficar andando pela rua, bêbado e sem dinheiro para voltar para casa, foi abordado por dois homens que teriam lhe pagado bebida e comida em um bar da cidade. Eles teriam dito ao acusado que o ajudariam a voltar para casa. Roberto diz que foi levado até o local onde estava o Fiat Marea que estava carregado com a droga. Afirmou ainda que teria se negado a levar oc arro até a cidade de Ivinhema, conforme ordem dos homens, mas que foi levado até a ponte de um rio próximo do local onde levou uma surra e a ameaça de que se não atravessasse a droga seria morto.

A versão será investigada pelos policiais que acreditam que ele tenha se machucado no momento em que furou a barreira policial e saiu em fuga. Apesar da longa história contada pelo acusado, a polícia informa ainda que a versão será investigada já que a ficha policial de Roberto é extensa e inclui duas prisões por tráfico de drogas além de registros de violência doméstica e dirigir sem habilitação.

Leia Também