terça, 17 de julho de 2018

PONTA PORÃ

Homem espanca a mulher grávida e tenta enforcar a filha

28 FEV 2011Por Edilson José Alves/Ponta Porã18h:15

Depois de chegar em casa com os ânimos alterados um homem agrediu a esposa com socos e chutes e depois tentou matar enforcada com uma toalha a filha do casal, uma criança de apenas sete anos. O acusado foi detido pela Polícia Militar e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Aral Moreira.
Conforme as informações do 4º Batalhão de Polícia Militar, na tarde de sábado passado, uma guarnição de plantão no Grupamento de Aral Moreira foi acionado para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local, os policiais encontraram a dona de casa N.A.M.S., de 29 anos, que está grávida de dois meses, apresentando ferimentos pelo corpo e cabeça.
De acordo com a vítima, o marido dela identificado pelas iniciais S.A.G., de 29 anos, chegou alterado em casa e iniciou as agressões. Ele desferiu chutes e socos, derrubando ela que está grávida no chão. A filha do casal, uma menina de 7 anos tentou ajudar a mãe e também foi agredida pelo autor.
Ele pegou uma toalha e tentou matar a criança enforcada. Mesmo ferida a mulher saiu em defesa da filha. O acusado voltou a agredi-la, trancou a casa e jogou as chaves no quintal. O autor ainda teria ameaçado a mulher dizendo para ela não contar a ninguém o que tinha acontecido. Caso contrário seria morta.
Um vizinho ouviu os gritos da mulher e foi até o local, onde pegou as chaves no quintal e abriu a casa. A vítima foi encaminhada para o pronto socorro do Hospital Santa Luzia de Aral Moreira enquanto o acusado foi detido pela PM e levado para a delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por crime de violência doméstica.
 

Idosos
Por outro lado o casal de idosos identificados pelas iniciais F.A.M., e C.F., ambos de 71 anos, denunciaram o neto J.C.F.A., de 21 anos, depois de serem vítimas de agressões. O caso ocorreu na tarde de sábado passado na residência do casal situada a rua João Manoel Cardinal, no bairro São Francisco.
Os idosos acionaram a Polícia Militar depois que o neto que reside com o casal chegou em casa muito nervoso e começou a praticar agressões com chutes e socos. O acusado foi detido e levado para o 1º Distrito Policial, onde foi autuado em flagrante pelo delegado de plantão.

Leia Também