Terça, 20 de Fevereiro de 2018

CRIME

Homem confessa ter abusado da enteada

26 JAN 2011Por HOJE MS00h:00

Um homem de 37 anos foi preso por abusar sexualmente de sua enteada de 11 anos  ontem (25),  em Três Lagoas. A menina era abusada há cerca de um ano.

De acordo com a delegada titular da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), Letícia Mobis, na noite de segunda-feira (24), a mãe da criança teria ido até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) registrar um boletim de ocorrência contra seu marido, pois sua filha teria lhe dito que ele abusava sexualmente dela. "O acusado fugiu ao saber que a mulher iria registrar um boletim de ocorrência contra ele", disse a delegada.

Na manhã de ontem ele teria voltado à residência a fim de pegar alguns de seus pertences e foi surpreendido pela Polícia Militar que havia sido acionada pela mãe da vítima. O homem foi preso e encaminhado à Primeira DP (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). "Ele confessou para esposa que abusava de sua filha, entretanto ele inicialmente negou em depoimento na delegacia, mas posteriormente ele confessou o crime", relata.

Segundo a delegada já foram solicitados exames na vítima. "A menina disse que ele a obrigava a fazer sexo oral e que também a bolinava passando as mãos em suas partes intimas, mas não chegava a consumar o ato", explica. A vítima ainda disse em depoimento que era abusada a cerca de um ano, mas como era ameaçada pelo padrasto não tinha coragem de contar para sua mãe. "Ela conta que seu padrasto dizia que ninguém iria acreditar nela", diz.

Questionado sobre o porquê o acusado não ter consumado o ato com a menina a delegada explica ser comum nesse tipo de caso. "A pessoa que comete esse tipo de abuso acha que se não chegar a consumar o ato não será possível ser comprovado que ele abusava da criança, uma vez que é a palavra dele contra a dela", esclarece, dizendo que em muitos casos como não houve a consumação a mãe da criança não registra a ocorrência, pois não acredita em seu filho.

Leia Também