Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REFORÇO DE ESTOQUE

Hemosul realiza campanha de doação de sangue

Hemosul realiza campanha de doação de sangue
19/04/2011 09:54 - da redação


O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado (Hemosul) solicita que a população da Capital faça doação de sangue para garantir estoques para o feriado da Semana Santa. Todas as tipagens de sangue serão bem recebidas. A coleta para reforçar o estoque acontece no período que antecede o feriado de Páscoa, dos dias 18 a 20 de abril, segunda, terça e quarta-feira, respectivamente.

As atividades do Hemosul serão interrompidas em razão do feriado religioso, nos dias 21 e 22 (quinta e sexta-feira). No sábado (23) a instituição volta a funcionar regularmente, das 7 às 12h30.

A medida do Hemosul é uma ação preventiva para que não faltem bolsas de sangue no estoque. A instituição fica na avenida Fernando Côrrea da Costa, 1.304, Centro de Campo Grande. Outras informações pelo telefone (67) 3312-1517.

Três Lagoas e Nova Andradina

No dia 29, o Hemosul realiza uma campanha para coleta de sangue no município de Três Lagoas, no Núcleo Homoterápico que fica na rua Manoel Rodrigues Artes, 520, bairro Colinos, às 7h. Já a campanha marcada para o dia 30, em Nova Andradina, foi cancelada.

Doador

Homens podem doar sangue até quatro vezes ao ano e mulheres até três vezes. A cada doação é necessário um intervalo, sendo dois meses para pessoas do sexo masculino e três para o feminino.

Atualmente são registrados no cadastro de doadores de sangue do Hemosul cerca de 132 mil voluntários. Para ser doador é necessário ter entre 18 e 65 anos de idade. Outras exigências são: estar bem de saúde; ter se alimentado e não ter consumido algum tipo de bebida alcoólica nas últimas 12 horas. É indispensável estar munido de um documento com foto (carteira de identidade, de trabalho ou habilitação) no ato da doação.

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!